Você vive um dia após o outro?

 

 

 O quão natural para você é viver hoje pensando somente no que vai fazer amanhã? Ou semana que vem ou mês que vem?
2015 começou e eu era assim, achava natural pensar somente nas coisas futuras. E meus ‘hojes’ iam se tornando ‘ontens’ e eu não vivia. Mas também não percebia que isso estava fora de controle. Até que conheci esse rapaz.
Ele falava “vamos pensar só no que vamos fazer hoje” e eu me incomodava demais: ué, ele não quer planejar nada comigo? Isso está super errado, ele não gosta de mim de verdade. E o tempo passou e aos poucos fui desencanando e percebendo que há muito tempo eu não era tão feliz.
E pensar que meus relacionamentos passados se baseavam apenas em idealizações de “quando fizermos isso” “quando tivermos aquilo” “quando alcançarmos tal coisa”. E pensar que a minha vida em outras áreas se baseavam exclusivamente em sonhar acordada com o futuro.
Hoje para mim não é mais natural essa vida que na verdade não é vivida. Me pego pensando demais em algo futuro e ceticamente me impeço de continuar, porque sei que isso não é saudável. E de repente a frase viver como se não houvesse amanhã, faz todo sentido. Não é um pedido para que você seja irresponsável, não se planeje, não se organize. Mas é o convite para que você realmente viva, não só exista.
Para mim o que me fez perceber minha situação tão dormente (sim, pois vivia em sonhos sem começar a tentar alcançá-los) foi esse rapaz, que, aliás, está comigo até hoje e serei grata eternamente a ele por ter mudado meu estilo de vida. Eu digo que o empurrãozinho dele mudou meu estilo porque me ensinou a a focar mais nas coisas à curto prazo e quando comecei a fazer isso me senti mais produtiva, feliz, e muito bem resolvida.
Você não precisa de alguém para te beliscar e dizer “hey, para de se preocupar com o futuro, vive um pouquinho de cada vez”, você pode fazer isso sozinho: para um pouco e pensa no que fez esse ano. Você fez mais ou você idealizou mais? Se você idealizou mais é porque está faltando prática na sua vida e isso pode ser um sintoma de não viver um dia após o outro.
Ainda preciso melhorar muito, mas aos poucos me vejo bem mais determinada a acordar e fazer algo, qualquer coisa, naquele dia. Nada de ~deixar para amanhã~ sério, estou tentando ao máximo extinguir essa frase da minha vida.
E me sinto muito, muito feliz. Por isso indico para você comece a praticar viver um dia de cada vez, um após o outro, pois isso faz toda a diferença.

Siga o blog no Bloglovin

8 Comments

  1. Confesso que eu não tô vivendo mt bem os meus dias, ainda fico boa parte do tempo planejando em vez de meter a mão na massa. Só isso é uma mudança que não acontece da noite para o dia né? O primeiro passo é conscientização e esse eu já dei (:
    Adorei as mudanças que fizeste no template que por sinal é o mesmo do meu hehehe
    rhuanytta.com

  2. Com certeza a conscientização é o primeiro passo e fazendo um pouquinho de cada vez você logo vai ter em sua rotina o hábito de fazer mais que planejar, é o que estou aprendendo.
    Sobre o template, obrigada, eu vi que o seu é o mesmo que o meu esse template é maravilhoso ainda mais por ser responsivo <3

    Beijinhos e volte sempre <3

  3. Confesso que ainda vivo muito lá na frente, pensando que o meu presente ainda não está muito bom, muitas vezes reclamando disso. Também vivo bastante lá no passado, pensando no que eu poderia ter feito diferente para já estar hoje no lugar em que eu quero. Depois que percebi isso, tento controlar os meus pensamentos direcionando-os para coisas mais produtivas e positivas, mas é bem difícil mudar um modo de pensar, isso demanda muito esforço, né? Mas devagar vamos evoluindo! Adorei o post! Beijos!

    http://colorindonuvens.com

  4. Oi Daiane, com certeza mudar o modo de pensar demanda esforço, eu que o diga, mas quando você se habitua a pensar de certa forma e acredita com todas as forças que seus pensamentos antigos estavam te fazendo mal, vc passa a ficar intolerante com eles. O que nesse caso é muito bom, pois acaba treinando nosso auto controle. :))

    Obrigada pela visita <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *