Resenha Literária: Garoto encontra Garoto

Garoto encontra Garoto
Foto minha, me siga no Insta para ver mais fotos de livros ♥

Para começar quero dizer que estou muito feliz em fazer essa resenha. Eu não conhecia o autor e me surpreendi positivamente com ele. A escrita, o desenvolvimento dos personagens, a história, fazia tempo que eu não ria tanto com um livro e ele entrou para minha lista dos favoritos <3 Garoto encontra Garoto é um livro muito bom e eu espero que você se interesse após ler essa resenha sem spoilers. <3

Sinopse

Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola… E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!

GAROTO ENCONTRA GAROTO CAPAS

Bem, eu separei 3 pontos super positivos que chamaram minha atenção no livro:

1 – A personalidade dos personagens é muito bem apresentada e definida

Acho que uma coisa essencial em um bom livro é cada personagem ter uma personalidade distinta e apresentada no decorrer da trama de acordo com suas ações, não é necessário alguém vir e dizer “eu sou tímida” um bom autor mostrará que essa personagem é tímida nas atitudes dela e deixará isso subentendido nas falas dela. Nesse livro entendemos muito bem quem é o amigo preocupado, o fofoqueiro, o egoísta, o sonhador. Isso dá uma dinâmica muito boa para o livro, pois você se vê e vê também pessoas que você conhece, você fica próximo dos personagens, mesmo que esses tenham aparecido pouco. Cada um é muito interessante e faz dos seus dramas adolescentes a terceira guerra mundial, exatamente como fazemos quando somos jovens.

2 – É uma comédia romântica de amizade

A amizade é pautada no amor, não é mesmo? Esse livro fala sobre o amor e o amor em suas diversas formas: o romance entre duas pessoas e a amizade entre um grupo. Em um grupo de amigos você sempre será mais próximo de um ou dois, mas se alegrará com todos, se importará com todos. Todos se ajudarão, mas você só se sacrificará por aqueles mais próximos de você. E isso é tão real e eu amei que o autor apresentou os conflitos que amizades podem ter com escolhas tão simples. Algo que você faz sem intenção de prejudicar pode acabar com o desiquilíbrio de tudo, porque se relacionar é isso: você sempre dependerá da interpretação do outro.

3 – Em um universo não muito distante… a identidade de gênero e a sexualidade não importam.

David Levithan trouxe uma realidade muito diferente da que temos atualmente. Nela as pessoas não se importam com quem você gosta e se elas se importarem provavelmente guardarão para si qualquer comentário indevido, pois ser diferente é ser igual. Eu gostei muito do livro trazer essa discussão de forma subjetiva, porque cada ser humano é tão único com seus sentimentos, gostos, desejos, não há porque interferimos nas escolhas e identidades do outro porque nos achamos os detentores da verdade. Ser gay não é doença, se travestir também não e não importa a sua ideologia, da vida do outro é ele que cuida e se começarmos a pensar assim, não estranharemos um quarterback ser uma drag queen.

Quando se trata de dançar de verdade, não importa como você fica aos olhos dos outros, e sim a alegria que sente.

É um livro realmente bom. Leve, descontraído, engraçado, emocionante. Mostra o quanto é boa a época do colégio, mostra o quanto amizades importam, um livro com citações maravilhosas, um livro que tem um lugar especial no meu coração ♥

Você já leu Garoto encontra Garoto? Ou algum outro livro que traz a temática LGBT na ficção? Comenta aí embaixo!

E me siga nas redes sociais ♥ FacebookInstagram Twitter

Um comentário Adicione o seu
  1. Confesso que já tinha vontade de ler esse livro, mas fiquei com mais vontade. Quem sabe não será o próximo né? pois gosto de ler livros assim!!! Um livro que estou lendo que é parecido é o Simon vs. A agenda Homo Sapiens, apesar de estar bem no começo eu estou gostando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *