Os Últimos Sonhadores – E se seus pesadelos virassem realidade?

Categorias 2016, Literatura, Resenhas Literárias

os últimos sonhadores

Os Últimos Sonhadores é o volume 1 de uma série com 13 livros. Uma aventura que retrata a vida de adolescentes que têm seus pesadelos se tornando realidade. O livro com 168 páginas nos oferece uma primeira visão desse universo que é cheio de situações de risco que nos deixa presos até a última página.

Sinopse:

O que fazer quando seus pesadelos se tornam realidade? Quando tudo o que você conhece e em que acredita muda de uma hora para outra? Para Sam, essas não são apenas perguntas. É sua nova vida. Sequestrado na escola, o garoto se vê envolvido em uma trama extraordinária: ele é um dos Últimos 13, um grupo de pessoas especiais que têm o poder de mudar a realidade através de seus sonhos. Agora, ele e mais dois jovens, Alex e Eva, estão sendo caçados por poderosas sociedades secretas que querem dominar o mundo! E não se pode confiar em ninguém, pois mesmo aqueles que se dizem aliados aparentam esconder alguma coisa.

Os Últimos Sonhadores é um livro emocionante desde a primeira página. Sam, o protagonista não é um adolescente normal o que já torna a introdução menos previsível. Ele é um jovem perturbado por pesadelos envolvendo seus maiores traumas e de forma estratégica esses pesadelos são narrados em 1ª pessoa enquanto toda a trama é narrada em 3ª pessoa.

A realidade nunca é tão ruim quanto o pesadelo.

Quando a aventura começa de fato somos levados a uma série de cenas movimentadas – cheias de ação – e o autor James Phelan fez um ótimo trabalho na narrativa desses momentos tensos. Desde a visão geral dos cenários caóticos ao desenvolvimento dos personagens em meio à confusão. O que quero dizer é que: os adolescentes reagem de forma emocionada a tudo o que acontece nos momentos certos, da mesma forma que aconteceria na vida real.

Esse é um ponto muito importante no livro: toda a trama envolvendo os adolescentes Sam, Alex e Eva é repleto de momentos que falhariam totalmente se não fossem bem escritos. Digamos que se você é sequestrado e em um dia sua vida vire de cabeça pra baixo, você não vai agir de forma tranquila, não é mesmo? E fiquei satisfeita em ver que o autor foi bem sucedido nesse aspecto.

Em contrapartida, o livro traz o clichê que mais me assusta na literatura: o personagem Marie Sue! Já falei sobre isso na minha resenha de Rangers Ordem dos Arqueiros, então se você está perdido sobre o que é isso, é só ler a resenha aqui:

⚫️ 5 considerações sobre o livro Pontes em Chamas

Mas para resumir: é aquele personagem jovem que de repente tem habilidades incríveis e enfrenta alguém muito mais poderoso que ele de forma surrealista. Eu não vou me ater a esse ponto negativo para não dar spoilers, mas não chega a ser um desastre completo tendo em vista que o final de Os Últimos Sonhadores termina de uma forma que precisamos ler o próximo volume para desvendar as questões que foram deixadas.

De forma geral foi um livro que gostei. A ideia é muito boa, talvez a execução não tenha sido perfeita, mas ainda sim quero saber como termina essa história tão envolvente. Indico para quem gosta de aventura e ficção fantástica misturada com o mundo moderno.

Minha nota para o livro são 3 peixinhos de 5.

🐡🐡🐡

21 anos, fangirl tímida, bookaholic assumida. Criei o Peixinho Geek para compartilhar meu amor pela leitura, minhas experiências como universitária e minha caminhada árdua para que meu senso de moda atinja o nível Luna Lovegood .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *