A Lei da Noite: Vale a pena assistir? – Crítica do Filme

Categorias Cinema

Ben Affleck retornou para o mundo em que mais gosta de trabalhar, na área de roteiro e direção. E como o egocentrismo não lhe falta, também estrelou o mais novo filme A Lei da Noite.

Durante os anos 20, Joe Coughlin (Ben Affleck) é um típico bandido, assaltante de banco e filho de um capitão de polícia. Entre idas e vindas, Joe é traído e vai em busca de vingança, unindo-se a máfia italiana instalada nos Estados Unidos.

Filmes sobre máfia e tudo que a envolve tem o sério risco de cair em clichês absurdos, e infelizmente A Lei da Noite não fica de fora dessa estatística. O filme traz claras referências a O Poderoso Chefão (1972) e Os Bons Companheiros (1990), ambos clássicos no gênero e que fazem história, contudo as referências não sustentam o roteiro fraco que é apresentado.

Outro problema com o filme é sua duração, depois de se passarem 2 horas e 9 minutos, percebe-se o quão rasos e plásticos são os personagens, postos ali meramente para enaltecer a figura do protagonista, que também é diretor e roteirista. Será que esse filme só foi uma estratégia para Affleck se mostrar em alguma coisa ? Se for esse o intuito, infelizmente fracassou.

Dos poucos pontos positivos que o filme possui, um deles com certeza é a fotografia e o trabalho de figurino, que conversam e passam uma certa seriedade no que o roteiro desbalanceado transmite. É difícil demonstrar afeição por algum personagem, já que por motivos citados anteriormente, o roteiro faz com que tudo fique o mais didático possível. As narrações de Affleck não fazem o menor sentido, e acaba que o metodismo atrapalha demais a trama e impede que se desenvolva de forma orgânica.

Em suma, A Lei da Noite podia ter sido melhor, tinha um certo potencial para ser um ótimo filme de máfia. Mas por conta do roteiro mal planejado e das más escolhas de execução do longa, ele cai na avaliação como regular e ser mais do que isso seria impossível.

Vinicius, mas pode chamar de Vini. 18 anos, nascido e criado em Salvador e tem um sonho de cursar Jornalismo e trabalhar com cinema até quando morrer. Obcecado por fotografia, séries e cinema às vezes arrisca no mundo literário.

1 ideia sobre “A Lei da Noite: Vale a pena assistir? – Crítica do Filme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *